Grito

[Gritei!

Eu gritei na cara dele

Estuprador safado!]

Fica andando por aí

Como se nada tivesse acontecido

Fica pousando de bom

Esse branquelo desmilinguido

Achando que tá de boa

Pela sociedade protegido

[Pois eu gritei!

Eu gritei na cara dele

Estuprador safado!]

 

Sei que não fiz justiça

Sei que ela nunca vai chegar

É assim com tanta manas

O jeito é parar de chorar

Mas se passar na minha frente

Outra vez eu vou gritar

 

Tem dor que não tem cura

Só o amor entre nós é salvação

Mesmo que fique a rachadura

Melhor libertar o coração

Por que se depender de justiça

A vida escorre pelo chão

 

E a culpa não é nossa

E ela nunca, nunca será

Eu gritei na cara dele

Por que queria me vingar

O meu grito é a minha força

Já que eu não pude matar

 [Gritei!

Eu gritei na cara dele

Estuprador safado!]

 

Anúncios

Retorno

Não sou mais um pedaço de carne
Sou dona de mim e é bom saber
Descobri que estava certa o tempo todo
O trabalho só foi consegui perceber
Por que o jogo é bem montado
Pra você se olhar e não vê
Nada melhor que sua história
Pra dá sentido a sua essência
Tudo que se aprende é válido
Mas a força vem da sua existência

Poema pra mim

Se a vida é uma só
E a minha é essa aqui
Vou rasgando, me embolando
Sem medo de cair
Vou amando, me espalhando
Sentindo o que está por vir
Vou olhando, me achando
Deixando de querer partir
Vou avançando, me respeitando
Cuidando muito mais de mim

blog

Organize-se

Não esqueça agora

De quem são vocês

Talvez eu chore hoje

Ou daqui a um mês

Não existe alívio

Que chegue de uma vez

Amanhã é amanhã

Mesmo hj sendo esse dia

Se o tempo já passou

E não morremos de agonia

Tem que ter plena certeza

Nossa história é que nos guia!

Vamos continuar lutando

Só que agora com mais atenção

Por enquanto fiquem juntas

Pra não morrer do coração

O Brasil sempre foi dividido

É o que comprova a eleição

Poesia pra vida

Tanta coisa que me remexe
Mas uma certeira é a dor
Aquela que me paralisa
Dessa eu tenho pavor

Não poder sair do lugar
Ficar parada no tempo
Eu sei que a cabeça explode
Se ficar longe do pensamento
Pra cada coração um sentido
Pra cada junção um momento

Já me disseram que sou arte
Já me disseram que sou puta
Eu sei muito bem quem sou
Eu sou uma mulher de luta!

Venha ano que quiser
Vou ter que cuidar das minhas costas
Torcer pra não ter tanta inflamação
Da endometriose quero resposta
Por que a vida pode até ser ruim
Mas com dor ela é uma bosta

A conversa é pra ficar viva
Pois então viva vamos ficar
O melhor conselho que ouvir
Foi o de se aquilombar
Quem sabe já está fazendo
Quem não souber vá procurar

Vou andar com as mulheres
Os homens não me enganam mais
A gente é muito inteligente
A gente pode, a gente é capaz
Vamos seguir construindo
Por que retroceder jamais!

Luzia

Te amo e sinto saudade
Queria ser colada em você
Por que nesse mundo todinho
Meus olhos nunca mais viram
Os que só os seus olhos
Me ajudam a perceber

13 de dezembro, 2018luzia

Amor

E se o amor for mesmo assim?

Mais fácil do que imaginava

Tão entrelaçado em mim

Me deixando mais animada

Tanto cheiro, tanto sabor

Tanto sorriso, tanto calor

Pernas, olhos, orelhas

Será que é isso o amor?

Comida no prato

Vontade de comer

Aconchego da pele

Ate o mundo esquecer

Eita peste, será?

Se for, te quero amor

Vem.